Buscar
  • ATENDIMENTO DIAGMED

A importância de se fazer os exames preventivos de mamografia


Para entendermos melhor a importância desses exames em nossas vidas, especificamente, na nossa saúde, é necessário conhecer um pouco mais a fundo.

O que é o exame de mamografia?

O exame de mamografia é o principal exame para rastreamento do câncer de mama, sendo um exame radiológico, ou seja, utiliza-se radiação para a execução do exame em um aparelho chamado mamógrafo.

O mamógrafo é um aparelho basicamente composto por um tubo de Raios-X que está acoplado a um arco móvel o qual possibilita um direcionamento angular adequado aos diversos tipos de incidências da mama. Possui ainda uma bandeja de compressão cuja finalidade é homogeneizar a espessura da mama, imobilizando-a ao mesmo tempo.

Muitas mulheres têm tido um certo receio com relação a esta radiação do mamógrafo e deixam de realizar seus exames periódicos por este motivo. Porém, queremos esclarecer que a dose de radiação emitida no exame de mamografia é muito baixo correspondente a 3mSv conforme Quadro de Doses de Radiação do CNEN - Comissão Nacional de Energia Nuclear.

A detecção precoce é um dos métodos mais eficientes utilizados para o diagnóstico do câncer. No caso do câncer de mama sabe-se que 95% dos casos diagnosticados no início têm possibilidade de cura. Eis aí a importância de nós mulheres não deixarmos de fazer este exame que, de fato, pode salvar nossas vidas.

Qual a idade certa para começar a fazer a mamografia?

O Ministério da Saúde recomenda que a mamografia seja feita entre 50 e 69 anos de idade, baseado em evidências científicas que mostram que o rastreamento é mais eficiente nessa faixa etária, porém há divergências, pois a Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM), o Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem (CBR) e a Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo) defendem a mamografia anual a partir dos 40 anos exceto nos casos em que aja câncer de mama na família, deve-se fazer precocemente. Ruffo de Freitas Junior, presidente do Conselho Deliberativo da SBM, se baseia em dois grandes estudos, um inglês e outro canadense, e na mudança da faixa etária da doença para embasar o posicionamento das entidades.

Portanto mulheres lindas, quanto antes fizermos nossos exames periódicos, melhor será para não sermos surpreendidas por algo ruim em nossas vidas.


Fontes: Revistar Versar, Cnen e Dicionário Informal

12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo